Reforço_estrutural.jpg

REFORÇOS ESTRUTURAIS

Posso derrubar a parede do meu imóvel? Como reforçar a estrutura? 

A análise  técnica para responder a esta pergunta não é padrão e o que vai determinar se uma parede pode ou não ser removida em determinado imóvel é baseado em três questionamentos mínimos seguido da avaliação de um engenheiro civil:  

1 - Idade do imóvel, quando foi construído? Existe histórico de reformas anteriores? Existe projeto construtivo original?

2 - Qual é o sistema construtivo do imóvel como um todo da parede específica? Existem vigas e pilares na região desta parede. Se se tratar de uma parede de alvenaria estrutural ou de concreto, a demolição desta estrutura é proibida. 

3 - O que tem acima da parede que se pretende remover? Existe um segundo pavimento? Existe outra parede na região superior? Qual é o peso e a carga existente a cima da parede a ser demolida? 

 

Com base na resposta destes três questionamentos associado à inspeção in loco de um engenheiro civil experiente, você poderá decidir se pode ou não demolir uma parede. A análise exige critério e experiência pois, mesmo existindo uma viga de concreto acima da parede, tal viga pode não ser suficiente para sustentar a laje de cima, devido às precariedades dos processos construtivos de quem pode ter construído o imóvel pela primeira vez. 

Quando eu sei que meu imóvel precisa de um reforço estrutural?

Quando se faz uma reforma em um imóvel existente, talvez seja necessário executar um reforço estrutural, seja por conta de características antigas da estrutura existente ou por conta de futura alteração de layout arquitetônico desejado.

Quando alguns questionamentos não são 100% respondidos ou quando há indícios de que o padrão construtivo do imóvel não foi seguido de forma a atender às normas técnicas brasileiras, daí pode-se optar por um reforço estrutural para se demolir uma parede, por exemplo. 

 

Outros motivos podem justificar um reforço estrutural de uma edificação: fissuras em paredes, recalques de fundações, concreto armado deteriorado com ferragens expostas, vazamentos grandes de água na fundação, construção de um segundo pavimento que não foi planejado, inserção de um grande peso acima de uma laje (por exemplo um forno de alvenaria para uma pizzaria, uma caixa d'água, uma banheira).

ATENÇÃO: Toda estrutura de edificação existente precisa ser bem analisada antes de sofrer alteração de layout com demolição de paredes. Sempre procure um engenheiro civil experiente no assunto para tomar decisão de obras.  

Faça uma avaliação estrutural de seu imóvel com a ZIP.

1/1